Pesquisar
Close this search box.

Baixe o App

Cadelinha presa em paredão de pedras por cinco dias é salva por bombeiros

Os Bombeiros do Espírito Santo dedicaram seis horas a um resgate emocionante: libertar uma cadelinha que ficou presa por cinco dias em um paredão de pedra com altura alcançando 100 metros.

Chamada carinhosamente de “Casca de Bala” pelos profissionais, a cachorrinha estava numa área de mata fechada, o que complicou bastante o resgate. Foram os moradores de comunidades vizinhas que acionaram os bombeiros após ouvirem os latidos do animal.

Após uma difícil trilha pela mata em Vargem Alta, um militar conseguiu descer o paredão com o auxílio de cordas e resgatar a cachorrinha. Apesar de faminta e sedenta, a cachorrinha estava em bom estado de saúde.

O resgate foi uma operação complexa, realizada pelos profissionais do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo. Um dia antes da missão, eles fizeram uma análise da área, utilizando drones, cordas e técnicas de içamento para salvar o animal.

O Sargento Paulo Gomes explicou o procedimento: “Montamos um sistema de cordas para descer até a cadelinha, depois o socorrista subiu com ela, e graças a Deus, conseguimos completar a missão com sucesso.”

Como o dono da cadelinha não foi encontrado, os moradores locais ficaram responsáveis por cuidar dela, garantindo água, comida e conforto. ‘Casca de Bala’ recebeu todo o carinho necessário.