Pesquisar
Close this search box.

Baixe o App

Como cuidar de seu cão durante os fogos de fim de ano

Final de ano é época de comemoração, festa e fogos de artifício, quem tem um pet sabe como é alarmante os barulhos para seu animal. Então a Blink Pet’s reuniu algumas dicas para ajudar a cuidar do seu amigo peludo durante esse período.

A principal razão pela qual os cães têm medo de fogos é o barulho dos rojões. A espécie canina, assim como os gatos e outros animais, contam com uma audição muito mais sensível do que a humana e isso faz com que o som que nós escutamos não seja nada comparado ao que eles ouvem.

E, claro, há também a questão da racionalidade. Ao escutarmos fogos muito altos, podemos nos assustar, mas sabemos do que se trata. Os animais não têm esse discernimento e acreditam que se encontram em perigo.

A seguir, veremos algumas dicas que podem tornar esse período mais tranquilo. Lembrando que muitas delas também são válidas para os bichanos e até mesmo outros pets, como os pássaros e roedores.

  1. Um dos cuidados que podemos ter com um cão nesse período é amarrar uma faixa em torno de seu corpo. Isso fará com que ele se sinta mais seguro e aconchegado. Você pode encontrar modelos e explicações no YouTube!
  2. O uso de algodões também é muito eficiente, pois abafa um pouco os sons e os torna um tanto mais amenos. Lembrando que é interessante ver como eles são colocados ou, então, pedir para que um veterinário explique. Mas não se preocupe: é bastante simples e você pode fazer em casa.
  3. O melhor jeito de cuidar do pet no momento dos fogos é estar com ele. Sua presença, por mais que o animal esteja ansioso, será muito reconfortante e fará com que ele não se agite tanto quanto se estivesse sozinho.
  4. Caso você esteja por perto, tente distrair o pet. Brinque, faça carinho, finja que vai dormir. Aja naturalmente e mostre que está tudo bem. Manter uma espécie de rotina fará com que o animal perceba que está tudo sob controle e que não há qualquer motivo para ficar tão assustado.
  5. Sabemos que nem sempre é possível estar presente na hora dos fogos. Se esse for o caso, prepare todo o ambiente. Feche bem as portas e janelas, trave qualquer tipo de gaveta, livre-se de objetos que possam machucar o animal e tenha a certeza de que não há “armadilhas” com as quais ele possa se ferir.
  6. A escolha do lugar também é fundamental. Ele deve ser aconchegante, mas não apertado ou amplo demais. Deve também dispor de um esconderijo (dentro do armário, embaixo da cama…) para que o pet possa se sentir mais seguro.

#blinknews #blink102fm #campão #campograndems #radioblink #conteudoblink #blinkmultiplataforma #blinkplataforma360