Pesquisar
Close this search box.

Baixe o App

Como diminuir os impactos do tempo seco para a saúde 

Mato Grosso do Sul segue com o tempo seco que faz o Instituto Nacional de Meteorologia emitir alerta de umidade baixa do ar. A falta de previsão de Chuvas para a região agravam a situação.

Neste período, a umidade relativa do ar varia entre 30% e 20%. A condição favorece o risco de incêndios florestais e à saúde.

 A atuação da alta pressão atmosférica favorece o tempo quente e seco no Estado.

Durante o inverno, a diminuição da umidade do ar pode desencadear complicações para a saúde humana, como o agravamento de sintomas respiratórios, incluindo sangramento nasal.

 No entanto, o tempo seco não se restringe apenas aos meses frios do ano; em algumas regiões, esse fenômeno também é observado durante o verão.

Além dos problemas mencionados, essa condição climática pode causar irritações nos olhos e afetar órgãos vitais, como o coração e os pulmões, devido à insuficiência de umidade.

 Por essa razão, é crucial adotar algumas precauções para reduzir os riscos à saúde.

Impactos do Tempo Seco na Saúde

O índice adequado de umidade atmosférica deve situar-se entre 50% e 80%. Quando esse valor cai abaixo de 30%, muitas pessoas experimentam desconforto físico ou desenvolvem doenças. 

Além disso, esse estado crítico do clima tende a agravar os efeitos da poluição, uma vez que a dispersão de poluentes é comprometida.

O tempo seco é particularmente prevalente durante o inverno, devido à escassez de chuvas, principalmente nas regiões Sul e Sudeste do país. Entretanto, em localidades sujeitas a longos períodos de estiagem ou afetadas por queimadas, como o Norte, o Nordeste e parte do Centro-Oeste, o problema pode persistir praticamente o ano inteiro.

Independentemente da região em que se vive, essa condição climática desfavorável pode resultar no ressecamento das mucosas das vias aéreas, facilitando o surgimento de sintomas e doenças no trato respiratório. Além disso, contribui para a desidratação corporal, culminando em ressecamento da pele, dermatites e irritações cutâneas.

A ausência de umidade também tende a causar constrição dos brônquios, dificultando o fluxo sanguíneo para os pulmões e sobrecarregando o coração. Esse cenário pode ocasionar o espessamento do sangue, aumentando o risco de entupimento dos vasos sanguíneos, hipertensão arterial e AVC.

Principais Doenças Associadas ao Tempo Seco e Estratégias para Aliviá-las

Diversas enfermidades surgem ou se agravam durante períodos de tempo seco. Conheça as mais comuns e saiba como tratá-las.

Prevenção no Tempo Seco

Embora não seja possível controlar o clima, existem diversas medidas preventivas que podem preservar a saúde e o bem-estar, especialmente durante períodos de tempo seco. Confira algumas recomendações importantes.

Cuidados Pessoais

O Instituto  Nacional de Meteorologia orienta beber bastante líquido, evitar desgaste físico nas horas mais secas (geralmente durante a tarde) e evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia.

– Aplique soro fisiológico no nariz e nos olhos para evitar ressecamento.

– Mantenha-se hidratado, mesmo que não sinta sede, bebendo muita água durante o dia.

– Evite colocar as mãos na boca, no nariz e nos olhos para prevenir a transmissão de agentes patogênicos.

– Pratique exercícios físicos antes das 10h e após as 16h para proteger-se da exposição solar excessiva.

– Utilize produtos cosméticos com protetor solar para hidratar e proteger a pele dos danos causados pelo sol.

– Aproveite o vapor da água do banho para lubrificar as narinas, inspirando profundamente.

Cuidados com o Ambiente

– Evite aglomerações e permaneça em locais bem ventilados para garantir uma boa circulação de ar.

– Mantenha a casa limpa e arejada, evitando a proliferação de ácaros e fungos, especialmente em móveis, cortinas, carpetes e tapetes. Abra as janelas para permitir a entrada de luz solar e ar fresco.

– Utilize aspiradores ou panos úmidos ao invés de vassouras, pois estas podem espalhar o pó no ar.

– Configure os ventiladores de teto para puxar o ar para cima, ajudando a remover poeira e impurezas do ambiente.

– Evite queimar lixo e vegetação, pois isso pode prejudicar a saúde das pessoas e contribuir para incêndios florestais.