Pesquisar
Close this search box.

Baixe o App

Desespero total!

Os marinheiros resgatados em uma ilha remota do Pacífico foram salvos após escreverem “ajuda” com folhas de palmeiras que encontraram no local.

O resgate dos homens foi realizado em três dias. Foto: Guarda Costeira EUA.

De acordo com a Guarda Costeira dos Estados Unidos, os três homens permaneceram presos por uma semana devido a um problema com o veleiro em que estavam embarcando.

A missão de resgate começou depois que familiares dos homens acionaram a polícia. Um avião da Marinha foi disponibilizado e, após um período de patrulhamento, identificou-se um pedido de ajuda feito com folhas. Os homens passam bem!

A missão:

Três homens, cujas identidades protegidas anônimas, saíram do atol Polowat, na Micronésia, em um veleiro aberto equipado com um motor de popa. Infelizmente, o motor ficou danificado e não funcionou, deixando-os presos na costa de uma ilha.

A sobrinha dos marinheiros desempenhou um papel crucial no resgate, ao acionar a Guarda Costeira norte-americana quando descobre que os três não foram devolvidos para casa. A partir desse alerta, em 6 de abril, uma operação de busca foi montada na região.

Os marinheiros foram encontrados graças a um pedido de ajuda improvisado, feito com folhas de palmeira na areia da ilha. Um avião P-8 Poseidon da Marinha dos EUA, sobrevoando a área, acordos a mensagem e uma comissão da Guarda deixou cair um rádio para estabelecer comunicação com os marinheiros em 8 de abril.

Confirmaram que estavam bem, sobrevivendo comendo polpa de coco e bebendo um pouco de água de um poço local. Após um resgate de três dias, foram levados de volta ao local de onde partiram com segurança.

O Capitão Nicholas Simmons, comandante da Guarda Costeira dos EUA, destacou a importância da missão de busca e resgate, bem como os laços de amizade e cooperação entre os Estados Unidos

O trio foi levado em segurança para o local de onde zarparam. Foto: Guarda Costeira EUA.

Fonte: Só Notícia Boa.