Pesquisar
Close this search box.

Baixe o App

Eduardo Mendes – diretor-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul

Hoje no Café com Blink (10), recebeu Eduardo Mendes diretor-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul.

Eduardo divulga a próxima edição do “MS ao Vivo”, no dia 12 de maio (domingo), o evento vai ser de samba e música black. Realizado no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. O cantor, compositor e multi-instrumentista Toni Garrido, subirá ao palco com a apresentação Baile Free.

MS ao Vivo: será ponto de coleta de doações para vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

Aqueles que comparecerem para curtir o show de Toni Garrido, Gideão Dias e Bibi do Cavaco têm a oportunidade de participar doando itens essenciais, como kits de higiene e limpeza, alimentos não perecíveis, água potável, roupas de cama e banho, além de roupas e calçados de inverno em boas condições.

 Para quem prefere contribuir financeiramente, é possível fazer doações através da chave PIX disponibilizada pelo Governo do Rio Grande do Sul: 92.958.800/0001-38 (CNPJ).

Além disso, serão recolhidos insumos para os animais resgatados das enchentes, incluindo água, medicamentos veterinários, mantas térmicas aluminadas, roupas para pets, toalhas, colchonetes, caixas de transporte e cobertores.

Eduardo ressalta a colaboração da comunidade do Mato Grosso do Sul para fornecer suporte à população do Rio Grande do Sul, que tanto precisa neste momento de toda a ajuda necessária. O show do MS ao Vivo vai ser também um show de cidadania e solidariedade.

 A entrada é gratuita, mas quem puder, será muito bem-vindo. O projeto é realizado pelo Governo do Estado, por meio da FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul) e Setesc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte e Cultura) e Sesc-MS (Serviço Social do Comércio).