Pesquisar
Close this search box.

Baixe o App

Grandes Questões – Habitação

No coração de Mato Grosso do Sul, a Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários de Campo Grande (AMHASF) desempenha o papel da promoção de moradia digna para a população local. Com compromisso de garantir o acesso à moradia adequada, dedicando-se a melhorar a qualidade de vida dos cidadãos campo-grandenses.

Assista

Criada com o intuito de promover políticas habitacionais e questões fundiárias na cidade, a AMHASF é responsável por desenvolver programas, projetos e ações que visam proporcionar a realização do sonho da casa própria para os moradores de Campo Grande. A agência atua em diversas frentes para enfrentar os desafios relacionados à habitação, buscando soluções eficientes e sustentáveis.

Um dos principais objetivos da AMHASF é viabilizar a aquisição de moradias para famílias de baixa renda. Para isso, a agência promove programas de habitação popular, como o “Minha Casa, Minha Vida”, em parceria com o governo federal e estadual. Esses programas oferecem subsídios e condições facilitadas de financiamento, tornando possível o acesso à moradia digna para aqueles que antes não tinham essa oportunidade.

Aluguel Social

O programa de aluguel social tem como objetivo principal garantir o direito à moradia adequada para as famílias em situação de risco social, sejam elas afetadas por calamidades naturais, despejos, desastres, violência doméstica ou outras circunstâncias que as impeçam de manter uma residência estável. Através desse auxílio, essas famílias têm a oportunidade de encontrar um lar temporário, fornecendo-lhes um ambiente seguro e decente durante um período determinado.

Em Campo Grande, a implementação do programa de aluguel social é realizada pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social, em parceria com a Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (AMHASF). Essa colaboração entre os órgãos governamentais visa garantir que as famílias em situação de vulnerabilidade recebam o suporte necessário para superar suas dificuldades e reconstruir suas vidas.

Como funciona?

O aluguel social funciona da seguinte maneira: as famílias que se encontram em condições de vulnerabilidade são selecionadas com base em critérios estabelecidos pelos órgãos responsáveis. Após a análise e a comprovação da necessidade, as famílias recebem um auxílio financeiro para custear o aluguel de uma moradia temporária. Esse valor é calculado levando em consideração a renda familiar, o tamanho da família e as condições de mercado.

“É importante ressaltar que o aluguel social não é uma solução permanente, mas sim uma medida temporária para amparar as famílias em momentos de crise e vulnerabilidade. Durante o período em que recebem o benefício, as famílias são incentivadas a buscar alternativas para a conquista de uma moradia definitiva, seja através de programas de habitação popular, regularização fundiária ou inserção em programas de qualificação profissional e geração de renda.”, afirma Claudio Marques diretor-adjunto do órgão.

Além do auxílio financeiro, o programa de aluguel social também oferece apoio técnico e acompanhamento social às famílias beneficiadas. Assistentes sociais e profissionais especializados realizam visitas periódicas, proporcionando orientação, encaminhamentos e assistência necessária para auxiliar na superação das dificuldades enfrentadas.

O aluguel social torna-se um importante instrumento de apoio e solidariedade, assegurando que ninguém seja deixado para trás quando se trata do direito fundamental à moradia adequada.

https://www.campogrande.ms.gov.br/amhasf/