Pesquisar
Close this search box.

Baixe o App

Mais de 20 empresas estão testando semana de quatro dias de trabalho

Além do Brasil e do Reino Unido, outros onze países fazem parte do estudo

A jornada reduzida é um incentivo aos trabalhadores. Nesse novo modelo de trabalho, a empresa elege um dia da semana de folga, como segunda ou sexta-feira por exemplo. Pela legislação brasileira, não há qualquer problema em reduzir a jornada.

Atualmente, um trabalhador celetista, ou seja, com carteira assinada, pode trabalhar até 8 horas por dia e 44 horas por semana. Com a adoção da semana de 4 dias, os times trabalham 32 horas, com o salário mantido sem cortes. 

Mais de 60 empresas britânicas continuaram pagando 100% do salário para os funcionários trabalharem 80% da carga horária. Com o fim do teste recentemente, 91% das empresas decidiram seguir com o esquema.

Vantagens 

  • Atração e retenção de talentos – os profissionais se sentem mais à vontade para organizar suas rotinas pessoais;  
  • Redução do absenteísmo – os funcionários podem reservar um dia da semana para ir ao médico ou dentista; 
  • Maior equilíbrio entre vida pessoal e profissional; 
  • Maior produtividade nos dias úteis – já que é preciso concentrar as demandas; 
  • Redução nas despesas diárias da empresa – água, luz, telefone, limpeza, café; 
  • Redução do fluxo de veículos nas ruas. 
(Foto: reprodução/ divulgação)

Desvantagens

  • Nem todos os profissionais podem ser beneficiados, pois há funções que demandam trabalhos diários; 
  • Algumas empresas podem não se adaptar e exigir cargas excessivas nos dias úteis; 
  • Gestores podem acabar pressionando os funcionários para não faltar nos dias úteis, visto que têm um dia de folga na semana; 
  • Falta de entendimento por parte do profissional, que pode não se adaptar ao modelo ao ter que gerenciar suas tarefas com um dia a menos. 
(Foto: reprodução/ divulgação)

#blinknews #blink102fm #campão #campograndems #radioblink #conteudoblink #blinkmultiplataforma #blinkplataforma360