Pesquisar
Close this search box.

Baixe o App

Por que cães recém-nascidos choram? Saiba como cuidar do seu filhote

Assim como dos bebês humanos, os cãezinhos choram para reivindicar algo. Descubra como ajuda-lo nesses momentos e cuidados que devem ser tomados no período de mais fragilidade do bixinho.

As duas primeiras semanas de vida do filhote requerem cuidados especiais. Nessa fase, chamada de neonatal, após o parto, o organismo do animal se transforma rapidamente para a vida extrauterina, fisiologicamente muito diferente da intrauterina, com a qual ele estava acostumado. Essa mudança brusca pode fazer o cachorro chorar.

Os cãezinhos são muito frágeis e precisam de cuidados especiais. A fragilidade é decorrente da termorregulação deficiente e dos riscos de desidratação e hipoglicemia. Juntos, esses três problemas podem levar à tríade neonatal, uma síndrome muito comum, que pode ser fatal.

Tríade neonatal

Essa condição envolve um ciclo de desidratação, hipotermia e hipoglicemia relacionada à imaturidade fisiológica do bixinho. E leva a taxa de mortalidade do bebê para quase 90%. Assim, o tutor precisa saber identificar os sinais para salvar a vida do animal.

Hipotermia

O bebezinho não é capaz de regular sua temperatura corporal sozinho, por isso precisa estar sempre perto da mãe. Na hipotermia a temperatura do recém-nascido fica abaixo de 36ºC, sendo que o normal é em torno de 37ºC. Isso acontece pela imaturidade do centro termorregulador, pela baixa quantidade de gordura subcutânea e pela ausência do reflexo de tremor para aumentar a temperatura.

Nas noites mais frias ou nos cochilos da mamãe, o bebezinho pode ficar um pouco afastado da ninhada e da cachorra e se resfriar. A depender do tempo em que ficou nessa condição, ele pode estar letárgico e demonstrar perda do reflexo de sucção.

Foto: shutterstock

Hipoglicemia

A hipoglicemia no recém-nascido ocorre quando os níveis de açúcar do sangue caem para abaixo de 60 mg/dl. Isso é decorrente da imaturidade do fígado e da amamentação inadequada.

Nesse caso, o pequeno cachorro fica letárgico, sem forças para chorar ou mamar. A própria hipotermia também pode levar à hipoglicemia, pois o bebê perde o reflexo de sucção.

Desidratação

O corpinho do recém-nascido é 80% composto por água, e essa substância é obtida por meio da amamentação. Sendo assim, Por isso a tríade neonatal é um ciclo.

Cuidados para evitar a Tríade neonatal:

  • Fique próximo e coloque os bebês perto da mãe para eles mamarem;
  • Percebeu um bebê mais geladinho? Coloque-o perto da cachorra ou de uma fonte de calor, preferencialmente uma bolsa térmica ou um aquecedor ambiental. O ideal é que a temperatura do local esteja em torno de 30ºC;
  • Não force a alimentação do bebê com hipotermia. Fraco, ele não vai mamar direito e pode aspirar o leite, podendo desenvolver pneumonia aspirativa;
  • Caso ele ainda não tenha forças para se alimentar, aqueça o filhote um pouco mais. Se mesmo assim ele não reagir, leve-o para o veterinário para garantir cuidados e terapia intravenosa.

#blinknews #blink102fm #campão #campograndems #radioblink #conteudoblink #blinkmultiplataforma #blinkplataforma360