Pesquisar
Close this search box.

Baixe o App

Seu cão solta muito pelo? Saiba como diminuir a queda de pelagem!

Apesar de ser um processo natural da pelagem do pet, a queda de pelo em cachorro preocupa muitos tutores, especialmente quando em excesso. Nesses casos, vale investigar a causa, pois podem ter outros fatores envolvidos.

Geralmente, o que pode causar queda de pelo em cachorros é nada mais, nada menos que a troca de seus pelos, assim como acontece com o cabelo dos humanos. O cão perde pelos todos os dias, e novos pelos nascem também. Essa queda diária é normal se for moderada, assim como a queda a cada estação. 

Quando o outono chega, por exemplo, os cachorros perdem o pelo curto do verão, e os pelos mais densos nascem para proteger o animal do frio. Já quando o inverno acaba, esses pelos mais grossos caem, e os mais curtos e finos nascem para o cachorro não passar calor no verão. 

Além do fator clima, a raça também é determinante quando o assunto é queda de pelo em cachorro. Algumas raças, como Poodle, Maltês e Yorkshire, têm a tendência a soltar menos pelo, mesmo sendo mais peludinhos. 

Enquanto existem raças que mal têm queda de pelo, outras, como Labrador, Pastor Alemão, Golden Retriever e Chow Chow, são recordistas em deixar seus pelos por aí. Essas raças têm o ciclo de vida do pelo mais curto, isso é natural e não prejudica a pelagem deles. Dependendo da raça, essa troca de pelos pode acontecer de uma a três vezes ao ano.

Essas são causas naturais de queda de pelo em cachorro, e todas as raças passam por esse processo. Você deve se preocupar quando a queda de pelo afetar só uma parte do corpo do cão ou vier acompanhada de machucados, como a queda de pelo em cachorro com feridas, inchaço, vermelhidão e coceira.

Se você desconfia que o cãozinho está perdendo mais pelo que o normal e a queda vem acompanhada de algum desses sintomas, então a perda pode ser um sintoma de algo maior. Alguns exemplos são:

  • período de cio, gestação e pós-parto;
  • parasitas em geral, como piolhos, carrapatos e pulgas;
  • reações alérgicas à ração;
  • estresse, como mudança de casa e viagens;
  • infecções;
  • anemias;
  • problemas hormonais.

Não se preocupe! Tem como acabar com queda de pelo em cachorro. A primeira coisa que você deve fazer é levar o cãozinho ao médico-veterinário, pois só ele vai poder dar um diagnóstico correto e tratar a doença por detrás da queda de pelo em cachorro. No entanto, alguns cuidados em casa podem ajudar a diminuir essa perda, como:

Manter uma alimentação saudável é fundamental. Uma das causas da troca de pelo em excesso é a falta de nutrientes, por isso, a ração do cachorro deve conter todos os nutrientes necessários à saúde do bichinho nas diferentes fases da vida canina.

Também ajuda ter a tosa em dia, que contribui com a remoção do excesso de pelos, principalmente dos cachorros de pelo comprido. Alivia o calor do pet e ajuda a combater doenças de pele formadas pelo acúmulo de pelos. 

A higiene do animal é essencial para o seu bem-estar. Tomar banho a cada 15 dias com um shampoo específico para queda de pelo em cachorro ajuda a evitar o excesso umidade corporal e o acúmulo de microrganismos que, por sua vez, podem causar ácaros, fungos e perda de pelo.

E lembre de caprichar na escovação! Além de ser gostoso para o pet, a escovação tira os pelos mortos, evita que nós se formem, deixa a pele limpa e estimula o crescimento de novos fios. Escove na direção de crescimento dos pelos, os pets vão amar!

No VIVA + o médico veterinário Rony Carlos de Mello deu várias outras dicas de como diminuir a queda de pelagem do seu animal, confira:

#blinknews #blink102fm #campão #campograndems #radioblink #conteudoblink #blinkmultiplataforma #blinkplataforma360