Pesquisar
Close this search box.

Baixe o App

“The Idol”: fontes revelam caos nos bastidores de nova série de The Weeknd

O drama adulto que promete ser a nova “Euphoria”, protagonizada pelo cantor The Weeknd e Lily-Rose Depp está passando por momentos conturbados em sua produção. Segundo fontes, as coisas começaram a desandar após a demissão de Amy Seimetz da direção, e Sam Lavinson, criador de “Euphoria”, assumir a produção da série.

Segundo a Rolling Stone, que ouviu 13 fontes ligadas a produção da série, o caos generalizado se espalhou, com roteiros tendo que ser inteiramente reescritos e cerca de U$ 75 milhões de dólares desperdiçados com todas as mudanças.

Um dos problemas da série foram os inúmeros atrasos na produção graças a troca de cadeiras no set e a reformulação quase que completa do roteiro. Levinson descartou a abordagem de Seimetz para a história, “tornando-a menos sobre uma estrela problemática sendo vítima de uma figura predatória da indústria e lutando para recuperar sua própria agência, e mais uma história de amor degradante com uma mensagem vazia”. alegou uma fonte. 

 Além disso o diretor acrescentou inúmeras senas de sexo e violência que não estavam previstas anteriormente. “Era como uma fantasia de estupro que qualquer homem tóxico teria, e então a mulher volta para mais porque isso torna sua música melhor”, disse uma das fontes. Outra contou que, ao ler o roteiro, se assustou: “era como ler pornografia de tortura sexual”.

O programa está sendo acusado, por pessoas envolvidas na produção, de fetichização de estupro. Muitas cenas foram descartadas de “The Idol” pelo teor explícito e perturbador. As fontes contam que a série se tornou degradante e vazia desde que Sam Levinson entrou no projeto.

“The Idol” segue sem data de estreia apesar de estar prevista para ir ao ar ainda este ano.

#blinknews #blink102fm #campão #campograndems #radioblink #conteudoblink #blinkmultiplataforma #blinkplataforma360