Pesquisar
Close this search box.

Baixe o App

Economia sustentável na Amazônia

O plano sustentável é para aumentar a capacidade de sequestro de CO2 das florestas, reduzir emissões de CO2 no setor florestal e proteger e manter a biodiversidade.

O Governo Federal e o presidente francês Emmanuel Macron lançaram um plano durante a visita de Macron ao Brasil, visando arrecadar mais de R$ 5 bilhões (€ 1 bilhão) em investimentos públicos e privados para projetos de economia sustentável na Amazônia brasileira e na Guiana Francesa. O programa envolve uma parceria entre bancos públicos brasileiros, como Basa e BNDES, e a Agência Francesa de Desenvolvimento, com foco em iniciativas técnicas e financeiras. Além disso, está previsto um acordo científico entre França e Brasil, operado pelo Cirad e pela Embrapa, para desenvolver projetos de pesquisa em setores sustentáveis, incluindo o território guianense.

Os dois governos também planejam apresentar na cúpula do G20 um grande plano de investimento global, público e privado, para a bioeconomia. Este plano busca ser compatível com a meta de aumentar a capacidade de sequestro de CO2 das florestas, reduzir as emissões de CO2 no setor florestal e promover a proteção e o manejo sustentável da biodiversidade. A iniciativa reflete o compromisso mútuo com a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável na região amazônica.

Fonte: Exame.com